terça-feira, 25 de agosto de 2009

BEBÊ MULATO DE CASAL BRANCO!

© Yobro10 | Dreamstime.com
Um casal branco espera um filho. Nasce um bebê mulato. Todos são unânimes em acusar a mulher de infidelidade. Ela jura inocência, se desespera, mas não consegue explicar, nem entender o que possa ter ocorrido. E ela é realmente inocente, o bebê, pasmem, nasceu de um desconhecido que ela e o marido sequer viram.

ELEMENTAR MEU CARO WATSON...

Se o improvável jamais acontecesse, ninguém jogava na loteria.

Nove meses atrás, o marido teve relações extraconjugais com uma mulher logo após ela se deitar com um homem de raça negra. Como vimos na postagem anterior o relevo da parte posterior da glande funciona como um rodinho para retirar o esperma alheio. Principalmente no caso do homem não ser circuncidado, um pouco desse esperma fica retido em baixo do prepúcio. Ao chegar em casa, sem ter se lavado, ele fez sexo com sua mulher e o improvável aconteceu: fecundou-a com o esperma que trouxe da rua.

― 061 ―

7 comentários:

Niels disse...

Essa tá meio de pescador! É de oitiva ou tem link pra conferir?

Flávio Franklin disse...

O link é o mesmo da postagem anterior, parte final.

Giovanna Loirinha da Vovó disse...

Esquisito

Giovanna Loirinha da Vovó disse...

Esquisito

Revista Eletrônica Biquinis de Crochê disse...

Não tem como porque espermatozóide vive segundos depois da ejaculação. (risos)

Flávio Franklin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flávio Franklin disse...

Você está enganada. O contato com o ar é que mata o espermatozoide. Quando o homem faz exame de esperma, seus espermatozoides sobrevivem até 6 horas no frasco de coleta. O esperma que ficasse alojado entre o prepúcio e a glande não ficaria exposto ao ar e, portanto, presume-se, possa durar algumas horas.